segunda-feira, 22 de abril de 2013

Despedidas

Odeio despedidas. É a pior coisa de sempre.
Às vezes penso que era melhor nunca chegar a conhecer as pessoas só para depois não ter que me separar delas. O que vale, é que eu tenho a esperança que vou voltar a vê-los muito rapidamente, pelo menos os portugueses. Os outros nem por isso..mas espero que sim. Espero mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário